DEPUTADO ESTADUAL

ANDRÉ DO PRADO

Partido da República

Deputado André do Prado insiste na criação de linha de ônibus entre Guararema e Santa Branca

A criação de uma linha de ônibus entre as cidades de Guararema e Santa Branca foi tratada pelo deputado André do Prado, com o presidente da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), Joaquim Lopes, hoje (29 de maio) durante a reunião que tratou sobre a implantação do corredor metropolitano entre Arujá e Ferraz de Vasconcelos.

O parlamentar lembrou a importância da criação desta linha e pediu ajuda de Joaquim Lopes, para sensibilizar a Agência Reguladora de Serviços Públicos de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) efetivação deste benefício para os dois municípios. “Tenho recebido pedidos de várias pessoas de ambas as cidades solicitando a criação desta linha que possibilitará agilidade para quem precisa se deslocar entre Santa Branca e Guararema”, comentou.

Embora não esteja na competência da EMTU, Lopes se comprometeu em ajudar e a intermediar o assunto junto a Artesp, agência que de fato poderá criar a linha. O parlamentar deverá agendar nos próximos dias uma reunião com o diretor geral da Artesp, Giovanni Pengue Filho, para tratar deste assunto.

Atualmente, para ter acesso, os moradores de Santa Branca e Guararema precisam fazer baldeações para ter acesso aos respectivos municípios, o que aumenta o tempo de deslocamento.

Esta não é a primeira vez que o deputado André do Prado solicita a criação desta linha para atender aos passageiros destas duas cidades. No dia 7 de março deste ano, acompanhado pelo prefeito de Santa Branca, Adriano Pereira, se reuniu na EMTU pedindo a reativação da linha porque a Prefeitura de Santa Branca elaborou um estudo que aponta um número considerável de moradores da zona rural do município que precisam se deslocar para o local trabalho no município vizinho.

“Muitas pessoas vai de uma cidade à outra e não tem um transporte adequado para realizar esse percurso, por isso, pedimos que seja elaborado um estudo para verificar a viabilidade da implantação dessa linha”, finalizou André do Prado.

Deputado André do Prado volta a cobrar a criação da linha Jardim Eldorado / Santa Isabel até Arujá

O deputado André do Prado, líder do Partido da República na Assembleia Legislativa, esteve hoje (29 de maio) com o presidente da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), Joaquim Lopes, e voltou a pedir a criação da linha Jardim Eldorado em Santa Isabel até o município de Arujá. O encontro aconteceu durante a reunião que tratou sobre a implantação do corredor metropolitano entre Arujá e Ferraz de Vasconcelos.

“É uma medida que poderá ajudar centenas de usuários do transporte coletivo, que precisam se deslocar diariamente entre estas duas cidades”, argumentou o parlamentar. Joaquim Lopes se comprometeu em se empenhar para que o pedido seja concretizado no menor tempo possível.

Deputado com o presidente da EMTU, Joaquim Lopes

Deputado com o presidente da EMTU, Joaquim Lopes

O deputado André do Prado lembrou a luta pela criação desta linha e dos anseios da população, que chegou a se organizar e coletar mais de duas mil assinaturas solicitando esta medida. Desde 2012, o parlamentar junto com o vereador, Clebão do Posto, e o ex-vereador, Silvio Adriano, têm batalhado para conseguir a criação e implantação desta linha com sucessivas reuniões na EMTU e junto à Secretaria de Transportes Metropolitanos.

A criação desta linha deverá desafogar a linha 219TRO Santa Isabel (Monte Serrat)/ São Paulo (Metrô Armênia). A medida é considerada de vital importância poderá atender um dos maiores bairros de Santa Isabel, que estima-se possui 10 mil habitantes.

Secretaria elabora projeto executivo para corredor metropolitano entre Arujá e Ferraz de Vasconcelos

A Secretaria de Estado de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni executa os projetos básico e executivo para a construção do construção do corredor metropolitano, denominado BRT Metropolitano Perimetral Alto Tietê, que interligará as cidades de Arujá, Itaquaquecetuba, Poá e Ferraz de Vasconcelos. A informação foi confirmada pelo secretário titular da pasta, Clodoldo Pelissioni, ao deputado André do Prado, líder do Partido da República na Assembleia Legislativa, e aos prefeitos Abel Larini (Arujá) e Acir Filló (Ferraz de Vasconcelos), durante reunião, hoje (29 de maio), em São Paulo. O presidente da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), Joaquim Lopes, também compareceu.

A audiência foi agendada pelo parlamentar, que junto com os prefeitos, solicitaram informações a respeito do andamento do projeto, que foi anunciado pelo governador Geraldo Alckmin em janeiro do ano passado, em visita a Ferraz de Vasconcelos. Durante a reunião, o deputado André do Prado e os prefeitos sugeriram ao secretário Clodoaldo que a implantação do corredor seja iniciada pelas construções dos terminais rodoviários de Arujá e Ferraz de Vasconcelos.

O secretário aproveitou a reunião e apresentou o projeto do corredor metropolitano e as medidas que serão necessárias para sua construção. “É uma obra de extrema importância para a nossa região, porque permitirá a integração destas cidades, além de melhorar a mobilidade urbana”, comentou o parlamentar.

A estimativa da Secretaria de Transportes Metropolitanos é de que o corredor deverá transportar 70 mil passageiros por dia e deverá reduzir em 60 minutos o tempo de viagens entre os dois municípios.

Reunião com o secretário Clodoaldo Pelissioni, com a presença dos prefeitos Abel Larini (Arujá) e Acir Filló (Ferraz de Vasconcelos)

Reunião com o secretário Clodoaldo Pelissioni, com a presença dos prefeitos Abel Larini (Arujá) e Acir Filló (Ferraz de Vasconcelos)

O prefeito de Arujá, Abel Larini, destacou que esta obra é muito aguardada e deverá ser um marco para cidade, porque propiciará um deslocamento mais ágil para Itaquaquecetuba e Ferraz de Vasconcelos. Acir Filló lembrou a importância da obra para sua cidade e região e falou da ansiedade da população.

Pelo projeto, este corredor metropolitano terá 20 quilômetros de extensão que serão percorridos por 67 ônibus. Durante todo o percurso serão construídas 24 estações de embarque, sendo duas delas permitirá a transferência para os trens das linhas 11-Coral e 12-Safira da CPTM.

O secretário Clodoaldo Pelissioni não forneceu detalhes sobre início das obras, porque depende da conclusão do projeto executivo para conhecer o montante necessário para fazer o investimento.  No entanto, ficou combinado em agendar uma reunião na Secretaria de Logística e Transportes para verificar o andamento do projeto de duplicação da SP-56, vital para a implantação do corredor.

Demandas de Arujá são tratadas com Governador Geraldo Alckmin durante cerimônia no Palácio dos Bandeirantes

As necessidades da população de Arujá foram tema de uma conversa que o deputado estadual André do Prado, líder do Partido da República na Assembleia Legislativa, e o prefeito Abel Larini tiveram nesta quinta-feira, dia 28 de maio, durante o cafezinho, com o Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Entre as muitas demandas tratadas, o deputado estadual André do Prado e o prefeito Abel Larini reforçaram, mais uma vez, o início das obras de duplicação do trecho final da Rodovia Mogi-Dutra, compreendido entre a cidade de Arujá a e rodovia Ayrton Senna.

A construção deste campo de futebol no Parque Rodrigo Barreto será um incentivo a mais para que as famílias possam praticar esportes juntos

A construção deste campo de futebol no Parque Rodrigo Barreto será um incentivo a mais para que as famílias possam praticar esportes juntos

“Deixamos claro para o governador que essa é uma obra prioritária para os moradores do Alto Tietê e uma causa em que estamos trabalhando desde o início do primeiro mandato. Tudo indica que ele entendeu os nossos argumentos”, comenta o parlamentar paulista.

Mais recursos para saúde e educação para a população arujaense também foram solicitados. Na área esportiva, solicitamos a liberação de recursos para a construção de um campo de futebol para atender os moradores do Parque Rodrigo Barreto.

Segundo o deputado André do Prado, os investimentos realizados na área esportiva servem como entretenimento e uma importante ferramenta de combate a criminalidade e as drogas.  “Está mais do que provado que cabeça vazia e ociosidade são dois pratos cheios para distanciar as pessoas do convívio social, levando-as, muitas vezes, para as drogas e para a criminalidade. A construção deste campo de futebol no Parque Rodrigo Barreto será um incentivo a mais para que as famílias possam praticar esportes juntos”, comenta.

O prefeito de Arujá, Abel Larini, aproveitou para destacar a importância da parceria do município com o deputado estadual André do Prado. “O deputado André do Prado é um político diferenciado. Luta junto com a nossa população e não mede esforços para que as solicitações sejam tramitadas junto aos integrantes dos Governos Estadual e Federal. A população arujaense agradece imensamente o seu cainho com a nossa cidade. Muito Obrigado!”, conclui.

Desde o primeiro mandato como deputado estadual, André do Prado tem trabalhado incansavelmente junto com as autoridades das cidades paulistas para que os anseios da população sejam alcançados.

Projeto de Lei Específica Tietê Cabeceiras deve ser encaminhado em 15 dias, garante secretário da Casa Civil

O projeto de Lei Específica Tietê Cabeceiras APRM-Spat deverá ser encaminhado para a Assembleia Legislativa em aproximadamente 15 dias, garantiu o secretário de Estado da Casa Civil, Edson Aparecido, ao deputado André do Prado, líder do Partido da República na Assembleia Legislativa e ao prefeito de Salesópolis, Benedito Rafael da Silva, presidente do Conselho do Subcomitê de Bacias Hidrográficas do Alto Tietê, hoje (28 de maio), durante a solenidade de autorização da obra do complexo de interligação do Trecho Leste do Rodoanel “Mário Covas” para a Estrada dos Fernandes, realizada no Palácio dos Bandeirantes.

O deputado André do Prado e o prefeito Rafael pediram ao secretário celeridade no envio do projeto para que o mais rápido possível possa ser apreciado nas comissões e ser votado em plenário na Assembleia Legislativa.  “O secretário se comprometeu encaminhar o projeto logo após o feriado de Corpus Christi. Com este projeto na Assembleia Legislativa, vou batalhar junto aos outros parlamentares e com a presidência da Casa para que a aprovação ocorra no menor tempo possível”, comentou.

Prefeito Rafael, o secretário Edson Aparecido e o deputado André do Prado

Prefeito Rafael, o secretário Edson Aparecido e o deputado André do Prado

O prefeito Benedito Rafael da Silva, que tem se empenhado na tramitação desta iniciativa junto órgãos do Governo do Estado, comemorou a informação passada pelo secretário. “Certamente será um ganho muito grande o encaminhamento do projeto para a Assembleia Legislativa nos próximos dias e não tenho dúvidas que a atuação e a liderança do deputado André do Prado será vital para celeridade na apreciação do texto junto a Casa de Leis”, comentou o prefeito.

A minuta da Lei Específica Tietê Cabeceiras APRM-Spat foi aprovada no dia 22 de abril, por unanimidade, em reunião extraordinária pelo Conselho Estadual de Recursos Hídricos (CRH) e logo em seguida foi encaminhada para Secretaria da Casa Civil, que será a responsável por redigir o texto final do projeto para que o governador Geraldo Alckmin.

            A minuta já havia sido aprovada pelo CRH em abril de 2014, entretanto, com a crise hídrica, houve a necessidade de captar águas dos Rios Itatinga e Itapanhaú, que pertencem a Bacia da Baixada Santista, para o Sistema do Alto Tietê e, consequentemente ser utilizada para o abastecimento da população. Por esta questão, houve a necessidade de fazer um pequeno ajuste no projeto e ser votada novamente no CRH.

Aprovação do projeto é considerada fundamental para o desenvolvimento econômico, social e ambiental dos municípios que serão beneficiados com esta legislação. Em Salesópolis, por exemplo, a lei poderá contribuir no desenvolvimento garantindo que o município cresça preservando os recursos naturais visto que possui 98% de seu território em área de proteção ambiental. A Lei Específica Tietê Cabeceiras vai beneficiar outros municípios da região como: Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim e Suzano.

Além disso, a nova legislação permitirá o uso racional do solo e permitirá que os moradores de Salesópolis e Biritiba Mirim possam regularizar seus loteamentos e colocar o fim nas autuações realizadas pela Polícia Militar Ambiental, por determinação do Ministério Público e, ainda, garantir que seja iniciada a cobrança pelo uso da água nas cidades do Alto Tietê podendo garantir uma arrecadação de R$ 30 milhões por ano.

 “A bacia do Alto Tietê é um importante sistema produtor e merece ser preservado, mas estamos falando de uma região populosa e que merece ter assegurado o seu desenvolvimento. Agora vamos trabalhar para os próximos passos para que esta Lei entre em vigor seja o mais rápido possível”, acrescenta o parlamentar.

Deputado André do Prado participa a assinatura da autorização do complexo de interligação ao Trecho Leste do Rodoanel

Orçada em R$ 160 milhões, o governador Geraldo Alckmin autorizou hoje (28 de maio) a obra do complexo de interligação do Trecho Leste do Rodoanel “Mário Covas” para a Estrada dos Fernandes, em solenidade realizada no Palácio dos Bandeirantes. O deputado André do Prado, líder do Partido da República na Assembleia Legislativa, acompanhou a cerimônia.

A construção deste acesso beneficiará diretamente os municípios de Suzano, Poá, Itaquaquecetuba e Ferraz de Vasconcelos, no Alto Tietê, e as cidades de Ribeirão Pires e Mauá.  O deputado André do Prado acredita que esta obra propiciará o desenvolvimento da região, facilitando o deslocamento e escoamento das produções industriais e agrícolas através desta ligação ao anel viário. “Outro fator que também é de grande importância é a mobilidade urbana. O acesso ao rodoanel permitirá que os caminhões utilizem este acesso liberando outras estradas”, argumentou.

Além disso, neste momento de crise, a estimativa é de que a construção dos acessos deverá gerar 900 empregos na região e beneficiar 1,4 milhão de habitantes destas localidades. Segundo o Governo do Estado, para interligar o Trecho Leste do Rodoanel e a Estrada dos Fernandes, esta obra consistirá na construção de um complexo de duas pistas (uma em cada sentido), com duas faixas de rolamento, com aproximadamente 2,4 quilômetros de extensão, seis viadutos e um quilômetro de vias marginais.

FOTO AUTORIZADA

Deputado André do Prado ao lado dos prefeitos da região, junto com o governador Geraldo Alckmin

As obras serão executadas no entroncamento com o Rodoanel na altura do km 104, em Suzano, próximo à divisa com Ribeirão Pires, assim com a marginal, dois viadutos erguidos para transpor a Estrada do Moreira e dois na Estrada dos Fernandes.  Toda a construção deste complexo, que deve durar 18 meses, será realizada pela concessionária SPMar, com os recursos oriundos da cobrança de pedágios. A estimativa é de que cerca de 20 mil veículos utilizem, diariamente, o Trecho Leste do Rodoanel.

Participaram da solenidade os secretários da Casa Civil, Edson Aparecido; Logística e Transportes, Duarte Nogueira e de Governo,  os prefeitos: Rafael da Silva (Salesópolis), Abel Larini (Arujá), Paulo Tokuzumi (Suzano), Acir Filló (Ferraz de Vasconcelos), Marcos Borges (Poá) e Gabriel Bina (Santa Isabel) e vereadores da região.

Atendimento as gestantes e um posto de coleta de exames em Salesópolis foram as solicitações apresentadas pelo deputado André do Prado e pelo prefeito Rafael ao secretário Davi Uip

A fixação de um hospital da região como referência para a realização de partos das gestantes do município, bem como a instalação de um posto de coleta de exames laboratoriais em Salesópolis foram os pedidos reforçados pelo deputado André do Prado, líder do Partido da República na Assembleia Legislativa, e o prefeito Benedito Rafael da Silva, ao secretário de Estado da Saúde, Davi Uip, durante a reunião do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), que aconteceu, hoje (26 e maio), na sede da pasta em São Paulo.

        Estes dois assuntos foram tratados pelo deputado e o prefeito, no dia 12 de maio, em audiência com o secretário-adjunto da Saúde, Wilson Pollara. “É uma necessidade muito grande da cidade, porque como a Santa Casa deixou de fazer o procedimento, as parturientes ficam a mercê de vagas em unidades da região”, comentou o parlamentar.

         A Santa Casa de Salesópolis deixou de fazer este procedimento devido à baixa demanda, o que inviabilizava a continuidade de realizar este procedimento, devido ao alto custo com o pagamento dos médicos e profissionais. A volta deste serviço na unidade, com ajuda financeira do Estado, consta na lista das dez prioridades da saúde elencadas pelos chefes dos Executivos do Alto Tietê e entregues ao secretário de Estado da Saúde.

“Precisamos deste posto avançado de coleta de exames, porque, na cidade, temos uma fila de seis meses de espera para fazer este tipo de procedimento”, ressaltou o prefeito Rafael.

Prefeito Rafael Silva, secretário Davi Uip e deputado André do Prado

Prefeito Rafael Silva, secretário Davi Uip e deputado André do Prado

Durante sua fala na reunião, o deputado André do Prado reforçou a necessidade da integração entre o Governo do Estado com os municípios a fim de otimizar os serviços e o atendimento aos pacientes do Alto Tietê.

“Infelizmente os problemas são diversos e os recursos estão escassos devido à crise financeira que abateu o nosso País. Por isso, é preciso fazer uma repactuação das responsabilidades de cada um das três esferas de governo [Federal, Estadual e Municipal] para que, juntas, possam priorizar o atendimento rápido e eficaz aos pacientes”, argumentou o parlamentar.

A proposta dos prefeitos do Condemat foi firmar um pacto hospitalar entre todas as unidades e serviços públicos de saúde da região, com o objetivo de reorganizar o sistema e para que se defina a função e especialidades e o número de consultas disponíveis para cada unidade.

O secretário Davi Uip recebeu do prefeito de Mogi das Cruzes e atual presidente do Condemat, Marco Bertaiolli, e dos deputados da região, um documento assinado por todos os prefeitos contendo as dez demandas elencadas pelos municípios da região que são: a ampliação do número de cirurgias de ortopedia na região; auxílio para o Hospital Stella Maris, em Guarulhos, para potencializar as cirurgias cardíacas e abrir o serviço de hemodiálise para a região e destinar 30 leitos para o apoio a outras unidades; o credenciamento da Santa Casa de Santa Isabel no plano de reestruturação da atenção hospitalar regional – Projeto Rede de Hospitais Santa Casa Sustentáveis; ampliação do atendimento as pacientes de hemodiálise no Alto Tietê; reabertura das 11 vagas/ leitos para internação psiquiátrica no Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos e consultas regionais para psiquiatria no Ambulatório Médico de Especialidades  (AME) de Mogi das Cruzes ou no Hospital Luzia de Pinho Melo; ampliação das especialidades do AME de Mogi das Cruzes; abertura de novos leitos de obstetrícia e UTI Neonatal que podem ser alocados nas Santas Casas de Salesópolis e Mogi as Cruzes; informar os serviços oferecidos e quais foram os atendimentos desativados e estabelecer um cronograma de atendimento de consultas e cirurgias em Oncologia no Hospital Luzia de Pinho Melo; cronograma do início das operações da Clínica de Internação de Dependência Química no Hospital Doutor Arnaldo Pezzutti Cavalcanti e, por fim, o acompanhamento da entrega de medicamentos na região, feito pela Fundação para o Remédio Popular (Furp).

O secretário Davi Uip falou sobre a queda no repasse de recursos do Governo Federal, o que tem atrapalhado os investimentos na área e sua equipe apresentou os números referentes aos atendimentos e destinação de recursos para cada unidade do Alto Tietê.

Todos os prefeitos e autoridades da região puderam apresentar suas respectivas demandas e pedir, ainda, mais ajuda do Governo do Estado na manutenção dos serviços realizados e para garantir a qualidade no atendimento aos pacientes. Participaram do encontro a maior parte dos prefeitos vereadores e autoridades do Alto Tietê.

Em reunião com Secretário de Saúde, deputado André do Prado e prefeito Adriano reforçam pedido de investimentos para Santa Casa de Guararema

O deputado André do Prado, líder do Partido da República na Assembleia Legislativa, e o prefeito de Guararema, Adriano de Toledo Leite, participaram da reunião do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), com o secretário de Estado da Saúde, Davi Uip, que aconteceu, hoje (26 e maio), na sede da pasta em São Paulo. Também compareceram a reunião o secretário municipal de Saúde, Egilson Moreira, e o vereador, Dirceu Jacinto Granato.

O parlamentar e o prefeito solicitaram ao secretário estadual uma atenção especial para as Santas Casas de municípios pequenos, como o caso de Guararema, onde a Prefeitura subvenciona a maior parte dos recursos à entidade para que possa continuar prestando o atendimento aos pacientes. Além disso, o deputado André do Prado e o prefeito Adriano pediram a destinação de recursos para a entidade. “A Santa Casa é primordial em nossa cidade porque é lá que são prestados os atendimentos de urgência e emergência. Precisamos desta ajuda do Estado para a manutenção dos serviços”, comentou o parlamentar.

“Atualmente, a entidade realiza mais de 12 mil procedimentos/mês e a Prefeitura Municipal é responsável pelo repasse de mais de R$ 7 milhões por ano para a manutenção dos serviços da unidade”, explica Adriano de Toledo Leite.

Durante seu pronunciamento, o deputado André do Prado reforçou a necessidade da integração entre o Governo do Estado com os municípios a fim de otimizar os serviços e o atendimento aos pacientes do Alto Tietê.

secretário municipal de Saúde, Egilson Moreira,  vereador Dirceu Jacinto Granato, Prefeito Adriano, Secretário Davi Uip e deputado André do Prado

secretário municipal de Saúde, Egilson Moreira, vereador Dirceu Jacinto Granato, Prefeito Adriano, Secretário Davi Uip e deputado André do Prado

“Infelizmente, os problemas são diversos e os recursos estão escassos devido à crise financeira que abateu o nosso País. Por isso, é preciso fazer uma repactuação das responsabilidades de cada um das três esferas de governo [Federal, Estadual e Municipal] para que, juntas, possam priorizar o atendimento rápido e eficaz aos pacientes”, argumentou o parlamentar.

A proposta dos prefeitos do Condemat foi firmar um pacto hospitalar entre todas as unidades e serviços públicos de saúde da região, com o objetivo de reorganizar o sistema e para que se defina a função e especialidades e o número de consultas disponíveis para cada unidade.

No início, os prefeitos e deputado André do Prado apresentaram as dez demandas elencadas pelos municípios da região que são: a ampliação do número de cirurgias de ortopedia na região; auxílio para o Hospital Stella Maris, em Guarulhos, para potencializar as cirurgias cardíacas e abrir o serviço de hemodiálise para a região e destinar 30 leitos para o apoio a outras unidades; o credenciamento da Santa Casa de Santa Isabel no plano de reestruturação da atenção hospitalar regional – Projeto Rede de Hospitais Santa Casa Sustentáveis; ampliação do atendimento as pacientes de hemodiálise no Alto Tietê; reabertura das 11 vagas/ leitos para internação psiquiátrica no Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos e consultas regionais para psiquiatria no Ambulatório Médico de Especialidades  (AME) de Mogi das Cruzes ou no Hospital Luzia de Pinho Melo; ampliação das especialidades do AME de Mogi das Cruzes; abertura de novos leitos de obstetrícia e UTI Neonatal que podem ser alocados nas Santas Casas de Salesópolis e Mogi as Cruzes; informar os serviços oferecidos e quais foram os atendimentos desativados e estabelecer um cronograma de atendimento de consultas e cirurgias em Oncologia no Hospital Luzia de Pinho Melo; cronograma do início das operações da Clínica de Internação de Dependência Química no Hospital Doutor Arnaldo Pezzutti Cavalcanti e, por fim, o acompanhamento da entrega de medicamentos na região feito pela Fundação para o Remédio Popular (Furp).

O secretário Davi Uip falou sobre a queda no repasse de recursos do Governo Federal, o que tem atrapalhado os investimentos na área e sua equipe apresentou um amplo número de informações referentes aos atendimentos e destinação de recursos para cada unidade do Alto Tietê. “Não vamos construir nenhum AME neste momento porque estamos com recursos escassos que nos impede de fazer estes investimentos”, ressaltou.

Todos os prefeitos e autoridades da região puderam apresentar suas respectivas demandas e pedir, ainda, mais ajuda do Governo do Estado na manutenção dos serviços realizados e para garantir a qualidade no atendimento aos pacientes. Participaram do encontro a maior parte dos prefeitos vereadores e autoridades do Alto Tietê.

Deputado André do Prado e prefeito Abel Larini reforçam pedido para regularização das cirurgias ortopédicas na região

O deputado André do Prado, líder do Partido da República na Assembleia Legislativa, e o prefeito de Arujá, Abel Larini, reforçaram o pedido para regularização das cirurgias eletivas na área de ortopedia na região durante a reunião do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), que aconteceu, hoje (26 e maio), com o secretário de Estado da Saúde, Davi Uip, na sede da pasta em São Paulo. A secretária municipal de Saúde, Clarinda Carneiro, participou da reunião, além do presidente da Câmara Municipal, Reynaldo Gregório, e vereadores da cidade.

Para reforçar seu pedido, o prefeito levou a foto de um paciente da cidade que aguarda há vários meses para fazer a amputação de uma perna, mas que o caso até agora não foi resolvido. “Temos uma fila de mais de 20 mil pacientes que aguardam uma cirurgia eletiva de ortopedia, somente na minha cidade, o número passa de 300 pessoas”, reforçou o prefeito, que ainda falou sobre os atendimentos do pronto-socorro municipal que somente durante este ano realizou mais de 15 mil atendimentos. “A maior parte destes pacientes são de Itaquaquecetuba, que procura o nosso hospital para receber atendimento”, argumentou.

Por isso, durante sua fala, o deputado André do Prado reforçou a necessidade da integração entre o Governo do Estado com os municípios a fim de otimizar os serviços e o atendimento aos pacientes do Alto Tietê.

“Infelizmente os problemas são diversos e os recursos estão escassos devido à crise financeira que abateu o nosso País. Por isso, é preciso fazer uma repactuação das responsabilidades de cada um das três esferas de governo [Federal, Estadual e Municipal] para que, juntas, possam priorizar o atendimento rápido e eficaz aos pacientes”, argumentou o parlamentar.

Secretária Municipal de Saúde de Arujá, Clarinda Carneiro, Prefeito Abel Larini, Secretário Davi Uip e Deputado André do Prado

Secretária Municipal de Saúde de Arujá, Clarinda Carneiro, Prefeito Abel Larini, Secretário Davi Uip e Deputado André do Prado

A proposta dos prefeitos do Condemat foi firmar um pacto hospitalar entre todas as unidades e serviços públicos de saúde da região, com o objetivo de reorganizar o sistema e para que se defina a função e especialidades e o número de consultas disponíveis para cada unidade.

O secretário Davi Uip recebeu do prefeito de Mogi das Cruzes e atual presidente do Condemat, Marco Bertaiolli, e dos deputados da região, um documento assinado por todos os prefeitos contendo as dez demandas elencadas pelos municípios da região que são: a ampliação do número de cirurgias de ortopedia na região; auxílio para o Hospital Stella Maris, em Guarulhos, para potencializar as cirurgias cardíacas e abrir o serviço de hemodiálise para a região e destinar 30 leitos para o apoio a outras unidades; o credenciamento da Santa Casa de Santa Isabel no plano de reestruturação da atenção hospitalar regional – Projeto Rede de Hospitais Santa Casa Sustentáveis; ampliação do atendimento as pacientes de hemodiálise no Alto Tietê; reabertura das 11 vagas/ leitos para internação psiquiátrica no Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos e consultas regionais para psiquiatria no Ambulatório Médico de Especialidades  (AME) de Mogi das Cruzes ou no Hospital Luzia de Pinho Melo; ampliação das especialidades do AME de Mogi das Cruzes; abertura de novos leitos de obstetrícia e UTI Neonatal que podem ser alocados nas Santas Casas de Salesópolis e Mogi as Cruzes; informar os serviços oferecidos e quais foram os atendimentos desativados e estabelecer um cronograma de atendimento de consultas e cirurgias em Oncologia no Hospital Luzia de Pinho Melo; cronograma do início das operações da Clínica de Internação de Dependência Química no Hospital Doutor Arnaldo Pezzutti Cavalcanti e, por fim, o acompanhamento da entrega de medicamentos na região feito pela Fundação para o Remédio Popular (Furp).

O secretário Davi Uip falou sobre a queda no repasse de recursos do Governo Federal, o que tem atrapalhado os investimentos na área e sua equipe apresentou os números referentes aos atendimentos e destinação de recursos para cada unidade do Alto Tietê.

Todos os prefeitos e autoridades da região puderam apresentar suas respectivas demandas e pedir, ainda, mais ajuda do Governo do Estado na manutenção dos serviços realizados e para garantir a qualidade no atendimento aos pacientes. Participaram do encontro a maior parte dos prefeitos vereadores e autoridades do Alto Tietê.

Deputado André do Prado pede integração das unidades de saúde do Alto Tietê para priorizar o atendimento aos pacientes

Durante seu pronunciamento na reunião do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), hoje (26 de maio), com o secretário de Estado da Saúde, Davi Uip, o deputado André do Prado, líder do Partido da República na Assembleia Legislativa, reforçou a necessidade da integração entre o Governo do Estado e os municípios a fim de otimizar os serviços e o atendimento aos pacientes do Alto Tietê. A reunião aconteceu na sede da pasta em São Paulo.

“Infelizmente os problemas são diversos e os recursos estão escassos devido à crise financeira que abateu o nosso País. Por isso, é preciso fazer uma repactuação das responsabilidades de cada um das três esferas de governo [Federal, Estadual e Municipal] para que, juntas, possam priorizar o atendimento rápido e eficaz aos pacientes”, argumentou o parlamentar.

A proposta dos prefeitos do Condemat foi firmar um pacto hospitalar entre todas as unidades e serviços públicos de saúde da região, com o objetivo de reorganizar o sistema e para que se defina a função, especialidades e o número de consultas disponíveis para cada unidade.

ANDRÉ - SAÚDE 4

Deputado André do Prado discursa durante a reunião do Condemat

No início da reunião, o prefeito de Mogi das Cruzes e atual presidente do Condemat, Marco Bertaiolli, apresentou as dez demandas elencadas pelos municípios da região que são: a ampliação do número de cirurgias de ortopedia na região; auxílio para o Hospital Stella Maris, em Guarulhos, para potencializar as cirurgias cardíacas e abrir o serviço de hemodiálise para a região e destinar 30 leitos para o apoio a outras unidades; o credenciamento da Santa Casa de Santa Isabel no plano de reestruturação da atenção hospitalar regional – Projeto Rede de Hospitais Santa Casa Sustentáveis; ampliação do atendimento as pacientes de hemodiálise no Alto Tietê; reabertura das 11 vagas (leitos) para internação psiquiátrica no Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos e consultas regionais para psiquiatria no Ambulatório Médico de Especialidades  (AME) de Mogi das Cruzes ou no Hospital Luzia de Pinho Melo; ampliação das especialidades do AME de Mogi das Cruzes; abertura de novos leitos de obstetrícia e UTI Neonatal que podem ser alocados nas Santas Casas de Salesópolis e Mogi as Cruzes; informar os serviços oferecidos e quais foram os atendimentos desativados e estabelecer um cronograma de atendimento de consultas e cirurgias em Oncologia no Hospital Luzia de Pinho Melo; cronograma do início das operações da Clínica de Internação de Dependência Química no Hospital Doutor Arnaldo Pezzutti Cavalcanti e, por fim, o acompanhamento da entrega de medicamentos na região, feito pela Fundação para o Remédio Popular (Furp).

O secretário Davi Uip falou sobre a queda no repasse de recursos do Governo Federal, o que tem atrapalhado os investimentos na área e sua equipe apresentou um amplo número de informações referentes aos atendimentos e destinação de recursos para cada unidade do Alto Tietê. “Não vamos construir nenhum AME neste momento porque estamos com recursos escassos, que nos impede de fazer estes investimentos”, ressaltou.

Todos os prefeitos e autoridades da região puderam apresentar suas respectivas demandas e pedir, ainda, mais ajuda do Governo do Estado na manutenção dos serviços realizados e para garantir a qualidade no atendimento aos pacientes do Alto Tietê.

Além do deputado André do Prado, coordenador da Frente Parlamentar em Apoio aos Municípios do Alto Tietê, participaram da reunião os parlamentares: Estevam Galvão de Oliveira, Luis Carlos Gondim e Marcos Damásio, bem como dos prefeitos Marcos Bertaiolli (Mogi das Cruzes), Adriano Leite (Guararema), Abel Larini (Arujá), Acir Filló (Ferrraz de Vasconcelos), Padre Gabriel Bina (Santa Isabel), Marcos Borges (Poá), o vice-prefeito de Biritiba Mirim, José Cury, que representou o prefeito Carlos Alberto Taino Júnior – Inho, o vice-prefeito de Guarulhos, Carlos Derman, representando o prefeito Sebastião Almeida, e a secretária da Mulher de Itaquaquecetuba, Sônia Maziero, que representou o prefeito Mamoru Nakashima, além de vereadores e a equipe da Secretaria de Estado da Saúde que participaram da reunião

Reunião do Condemat com o secretário de Saúde, Davi Uip

Reunião do Condemat com o secretário de Saúde, Davi Uip