DEPUTADO ESTADUAL

ANDRÉ DO PRADO

Partido da República

NOTÍCIAS

Após intermediação do deputado André do Prado, carreta da mamografia chega a Arujá

A ida da unidade móvel, que fica na cidade até o dia 22, foi uma intermediação do deputado estadual André do Prado junto ao Governo de São Paulo.

A carreta da Mamografia em Arujá, foi uma intermediação do deputado André do Prado junto ao Governo de São Paulo.

ARUJÁ (SP) | Começaram, nesta terça-feira (4 de junho), os atendimentos na carreta do programa Mulheres de Peito, da Secretaria de Estado da Saúde, em Arujá. A ida da unidade móvel, que fica na cidade até o dia 22, foi uma intermediação do deputado estadual André do Prado junto ao Governo de São Paulo. Mais de 600 exames devem ser realizados. O parlamentar esteve na cidade para acompanhar o início dos trabalhos.

Ao lado dos vereadores Ana Poli, que solicitou ao deputado a ida da carreta de mamografia, Abelzinho e do prefeito em exercício Márcio Oliveira, André do Prado falou sobre a prevenção. “A carreta vai ajudar a diminuir muito a fila de espera por exames de mamografia. Mais de 600 exames serão realizados. A prevenção é a melhor forma de cuidar da saúde e as mulheres não devem perder esta oportunidade”, comentou.

Se constatada alguma anormalidade, os casos são direcionados para posterior tratamento. A descoberta precoce aumenta bastante as chances de cura. Isso ajuda a salvar vidas. As mulheres devem estar atentas, pois estarão disponíveis 50 senhas por dia de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas. Aos sábados 25 senhas serão distribuídas, das 9 às 13 horas. A carreta está na Rua Rodrigues Alves, ao lado da Paróquia Senhor Bom Jesus.

A carreta vai otimizar os atendimentos e possibilitar que as mulheres possam fazer exames de mamografia. “Temos uma grande demanda na cidade, por isso, solicitei ajuda deputado André para conseguir trazer este programa para o município”, ressaltou a vereadora Ana Poli.

A realidade do câncer no Brasil

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), em 2018, foram registrados aproximadamente 60 mil novos casos de câncer de mama em mulheres no Brasil.

Para participar dos atendimentos do programa, as mulheres devem ter entre 35 e 49 anos, no dia da realização do diagnóstico é preciso estar em mãos o pedido médico junto ao cartão SUS e RG. Para as mulheres acima de 50 anos, apenas RG e Cartão SUS são necessários.

Segundo o Governo do Estado, a carreta é composta por uma equipe multidisciplinar com técnico em radiologia, profissionais de enfermagem, funcionários administrativos e um médico ultrassonografista e equipada com mamógrafo, aparelho ultrassom, conversor de imagens analógicas em digitais, impressoras, antenas de satélites, computadores, mobiliários e sanitários.